Doenças vasculares e acidentes de trânsito são as principais causas de amputação entre pacientes da AACD Recife

 Em Notícias

Estudo traçou o perfil demográfico e epidemiológico dos pacientes atendidos pela unidade; homens representam 76,6% dos casos

 Um estudo da AACD Recife aponta que as doenças vasculares são as principais causas de amputação entre os pacientes atendidos na unidade – são 53,6% nessa condição. Em segundo lugar nessa estatística estão as vítimas de acidentes de trânsito, com 34,1%. Tumores, osteomielite (infecção óssea) e queimadura são outras causas que levaram à amputação de pessoas que fazem ou fizeram reabilitação no local.

O estudo foi conduzido pelo Dr. Júlio Lima, médico da AACD Recife. No total, foram avaliados 138 casos de amputação em pacientes elegíveis para a pesquisa entre 2018 e 2021. No caso das doenças vasculares, observou-se que as comorbidades, principalmente hipertensão e diabetes, são um importante fator que levam a amputações.

Sobre os traumas, foi observado que a principal ocorrência se relaciona a acidentes com motos – 53,2%, seguido por atropelamento, com 17%. Em 96% das situações com moto, houve colisão e o paciente pilotava a motocicleta. Em 88% das vezes, a pessoa estava sozinha e, em 8% dos casos, o paciente era o passageiro.

O uso e a adaptação às próteses fornecidas pela Oficina Ortopédica da AACD Recife também foram considerados. A vasta maioria dos pacientes, 83,6%, usa a prótese por mais de sete horas por dia e caminha de forma independente fora de casa – 58,6%.

“Em 2010, uma outra pesquisa havia sido feita na mesma unidade. Passados 13 anos, não houve uma mudança significativa no padrão das amputações, algo que sugere que esse cenário só mudará quando houver a implementação de políticas preventivas ou com a otimização do acesso dos pacientes aos centros especializados”, ressalta o médico.

Sobre a AACD Recife

Desde a sua inauguração em 1999, a AACD Recife já realizou mais de 2 milhões de atendimentos para pessoas com deficiência física no estado de Pernambuco, sendo a sua maioria via Sistema Único de Saúde (SUS). Na unidade, a amputação é a 2ª linha de cuidado mais atendida. Todos os profissionais são referências em suas áreas de atuação e garantem a expertise da AACD em suas especialidades médicas e terapêuticas. Além de um Centro de Reabilitação, a unidade possui uma Oficina Ortopédica que entrega produtos ortopédicos personalizados, como órteses, próteses e adaptações de cadeiras de rodas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Volatr ao topo