Doe Agora

AACD premia trabalhos dos residentes

8 de fevereiro de 2017

Em dezembro, a turma de residentes da AACD de 2016, composta por 30 estudantes, apresentou 20 trabalhos, resultado da experiência adquirida ao longo do ano. Entre os estudos apresentados no anfiteatro da Instituição, houve a eleição das melhores teses, que foram analisadas por uma comissão formada pelas fonoaudiólogas Fernanda Chequer e Alessandra Rischiteli Bragança Silva e a médica de hematologia Mariane Cristina Gennari.
A tese “Utilização da robótica de membros superiores em pacientes pós-acidente vascular cerebral crônico”, realizada pela residente Danielle Mayumi Takeishi Ossanai, foi a primeira colocada.
“A minha maior afinidade sempre foram os pacientes adultos. Então, decidi elaborar um projeto com a utilização da robótica para eles. A utilização dessa tecnologia na reabilitação é um tema muito novo e isso só foi possível graças à AACD, que possui robótica em seus tratamentos, como o InMotion“, afirma a estudante.
Em segundo lugar, desenvolvido pela dupla Sergio Paik e Gabriela Paixão Correia, o tema “Aspectos neuropsicológicos de uma população de pacientes com amputação maior de membros inferiores por etiologia vascular” recebeu destaque.
Em terceiro lugar, houve um empate técnico em dois trabalhos: o “Estresse infantil e a percepção do suporte familiar das crianças pós-operadas submetidas à cirurgia ortopédica” e “O uso do procedimento de majestro-frost no tratamento da rotação interna do quadril em pacientes com paralisia cerebral”.

interna