Projeto de cooperação técnica da AACD já contribuiu com mais de 200 mil atendimentos

 Em Notícias

Pessoas com deficiência física de diversas partes do Brasil são beneficiadas

Em apenas três anos de existência o projeto de cooperação técnica da AACD, que leva o padrão de excelência e a expertise da instituição a diversas partes do Brasil, já beneficiou milhares de pessoas pelo país. São mais de 200 mil atendimentos realizados a pessoas com deficiência física nas quatro instituições parceiras – Centro de Reabilitação da Santa Casa de Jequié (BA), Instituto Baiano de Reabilitação, de Salvador (BA), Associação de Reabilitação da Criança Deficiente (ARCD), de São José do Rio Preto (SP) e Associação dos Deficientes Físicos de Poços de Caldas (ADEFIP) (MG). Novas parcerias estão previstas para serem firmadas em 2022.

“Estamos muito orgulhosos desse projeto bem-sucedido. A nossa missão é levar atendimento de qualidade a quem mais precisa e sabemos que hoje, no Brasil, ainda há muitas pessoas com deficiência física que precisam de uma reabilitação adequada para ter uma vida plena. Por isso, a expansão desse projeto, com o fechamento de novas parcerias”, afirma a superintendente de práticas assistenciais da AACD, dra. Alice Rosa Ramos.

Os pacientes atendidos nas entidades parceiras da AACD são de diversas idades (bebês, crianças, jovens e idosos) e com as mais variadas patologias, como paralisia cerebral, lesão encefálica adquirida, lesão medular e amputação.
A AACD atua com treinamento à equipe parceira, que é realizado constantemente tanto de forma presencial como online. Essa capacitação inclui tanto o conhecimento em reabilitação física quanto os preceitos do atendimento humanizado. Além disso, há acompanhamento periódico com auditorias e visitas para supervisão.

Desde o início do projeto já foram realizadas cerca de 200 horas de capacitação presencial na AACD Ibirapuera, em São Paulo, 140 horas de capacitação online e 26 horas de discussão de casos. São quase 100 profissionais das mais diversas áreas clínicas treinados e capacitados para atender pacientes com o padrão AACD de qualidade.

“Poder contar com a cooperação técnica da AACD é nossa maior motivação, pois o padrão técnico do atendimento que os pacientes recebem mantém o diferencial da reabilitação devolvendo a humanização a tantas vidas e famílias atendidas”, diz a diretora voluntária de relacionamentos da ARCD, Adriane Albuquerque Cirelli.

“O termo de cooperação com a AACD, somado à trajetória de competência, dedicação e profissionalismo de todo o time AACD, possibilita muitos ganhos para os pacientes na Bahia”, declara a gestora do Núcleo de Desenvolvimento Estratégico, Assistencial e Inovação da Fundação José Silveira (FJS), Leila Brito. O Centro de Reabilitação da Santa Casa de Jequié e o Instituto Baiano de Reabilitação integram a FJS.

“Nosso lema é que juntos somos mais. Com a cooperação técnica temos ainda mais oportunidades de ampliar conhecimentos, algo que a ADEFIP busca sempre e oferece para seus colaboradores, pois acreditamos e lutamos por uma formação continuada”, destaca Ana Paula Tranche, presidente da ADEFIP.

Todas as instituições parceiras contam com o selo de cooperação técnica, o que permite aos pacientes terem a certeza de que estão sendo atendidos com o padrão de excelência e qualidade da AACD.

DEIXE UM COMENTÁRIO

1 × três =

Volatr ao topo