Doe Agora

Perguntas frequentes-Fisioterapia respiratória

Questões Cuidadores – Cuidados Respiratórios Básicos.

 

1) Por que é importante favorecer a ventilação pulmonar?

Para prevenir complicações pulmonares, além de promover o conforto e bem estar do paciente.

 

2) Como podemos dividir a função respiratória para melhor entendimento?

Podemos dividir a função em três etapas: ventilação, difusão e perfusão.

 

3) Como é dividido o sistema respiratório?

O sistema respiratório é dividido em vias aéreas superiores (nariz, boca, faringe e laringe) e vias aéreas inferiores (traqueia, brônquios, bronquíolos e alvéolos).

 

4) Qual a principal estrutura responsável pela proteção do sistema respiratório?

A caixa torácica.

 

5) Qual o principal músculo responsável pela função respiratória?

O principal músculo é o diafragma.

 

6) Por que temos que manter o adequado posicionamento do paciente na cadeira de rodas ou no leito?

Para favorecer a biomecânica da musculatura respiratória, prevenir complicações pulmonares e desconforto respiratório.

 

7) O que o posicionamento incorreto do paciente pode acarretar quando pensamos em complicações?

Desconforto respiratório, encurtamentos musculares, broncoaspiração e infecções pulmonares.

 

8) Todos os pacientes conseguem manter a adequada higiene brônquica sozinhos?

Não. Alguns pacientes apresentam fraqueza ou paralisia da musculatura, responsável pela tosse, e necessitam de auxílio ou que seja realizado o procedimento de aspiração para a eliminação da secreção.

 

9) O que é a drenagem postural?

É um recurso para auxiliar na higiene brônquica. O corpo do paciente é posicionado para que o segmento pulmonar a ser drenado seja favorecido pela ação da gravidade, e a secreção seja direcionada para as vias de maior calibre, favorecendo a eliminação.

 

10) Qual objetivo da nebulização?

Ela contribui para fluidificação da secreção, facilitando a eliminação.

 

11) Os procedimentos podem ser realizados em todos os pacientes sem orientação?

Não. Todo procedimento deve ser orientado previamente por um profissional, e cada paciente tem sua individualidade e indicação específica dos procedimentos a serem realizados.