(EDITAL) APERFEIÇOAMENTO EM FONOAUDIOLOGIA NA REABILITAÇÃO – 2020

EDITAL DA PROVA PARA O APERFEIÇOAMENTO EM FONOAUDIOLOGIA  ENFOQUE INTERDISCIPLINAR – 2020

 

O Setor de Fonoaudiologia da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), com sede na Avenida Professor Ascendino Reis, 724, São Paulo/SP, comunica que estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Aperfeiçoamento em Fonoaudiologia com Enfoque Interdisciplinar, que possui como objetivo favorecer o conhecimento teórico em motricidade orofacial, disfagia, linguagem, fala, leitura e escrita, distúrbios da audição e comunicação alternativa; além de proporcionar prática supervisionada na intervenção terapêutica das patologias atendidas na instituição.

 

Candidatos: Fonoaudiólogos ou formandos no último semestre de 2019.

Número de vagas: 04.
Período: Integral, totalizando 40 horas semanais (7:00 às 16:10h).
Duração: 10 meses, com bolsa auxílio.
Início: 03 de fevereiro de 2020.

Término: 18 de dezembro de 2020.

 

  1. INSCRIÇÕES

Vagas Limitadas: 30 candidatos.

Período de Inscrição: 22/11/2019 a 20/12/2019.

As inscrições serão realizadas por meio do site www.aacd.org.br no período indicado e estarão automaticamente encerradas após o preenchimento das vagas disponíveis.

Valor da inscrição: R$ 100,00 (cem reais).

Confirmação: Após efetuar o pagamento, enviar cópia do RG, CPF e comprovante de pagamento para dvoelin@aacd.org.br. Os documentos devem ser enviados até 31 de dezembro de 2019. Vale ressaltar que sem o envio destes documentos, a inscrição não será efetuada.

  1. DATA DA PROVA E RESULTADOS:

Data: 07/01/2020.

Horário: 09:00.

Local: Sala Hanen – AACD Ibirapuera.

Resultado da prova: 09/01/2020, no site www.aacd.org.br. (Não haverá revisão de prova).

Entrevista: 16 de janeiro de 2020 (local e horário serão divulgados com o resultado).

Resultado final: 20/01/2020.

Candidato deverá confirmar interesse a vaga até o dia: 24/01/2019.

  1. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

1ª Fase – Prova: Peso 6 (seis).

A prova terá duração de três horas e não será permitido o ingresso de nenhum candidato após o início da prova.

Serão aprovados os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 50% das questões.

 

2ª Fase – Entrevista: Peso 4 (quatro).

Serão avaliados os quesitos de interesse, conhecimento/experiências pregressas, expectativas, disponibilidade e desempenho na entrevista.

Os candidatos serão avaliados por ao menos três profissionais da AACD. Em caso de empate na pontuação obtida na prova teórica, será classificado quem obtiver melhor rendimento na segunda fase (entrevista).

 

  1. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

4.1 Não haverá isenção total ou parcial da taxa de inscrição, independentemente do motivo apresentado.

4.2 Em nenhuma hipótese haverá devolução do pagamento da taxa de inscrição.

4.3 O ato de inscrição presume o conhecimento e aceitação, por parte do candidato, das condições estabelecidas para o processo seletivo, sendo o mesmo responsável por qualquer erro ou omissão e pelas informações prestadas.

4.4 A prova escrita abrangerá o conteúdo programático. Será composta por 45 questões de múltipla escolha com cinco alternativas de resposta, sendo somente uma correta. Além disto, haverá uma questão dissertativa.

4.5 Um caderno de questões e uma folha de gabarito serão entregues na realização da prova. O gabarito deverá ser preenchido com caneta esferográfica azul ou preta, sendo anuladas as questões assinaladas a lápis. Não serão computadas as questões não assinaladas, as que contenham mais de uma resposta, emendas ou rasuras, ainda que estejam legíveis.

4.6 Será excluído do processo seletivo o candidato que faltar à prova escrita, chegar após o horário limite estabelecido ou que durante a realização da prova for surpreendido comunicando-se com outro candidato ou utilizando livros, notas, telefone celular, etc.

4.6 No dia da realização da prova, não serão fornecidas informações referentes ao conteúdo das provas e/ou aos critérios de avaliação e classificação por qualquer membro da equipe.

4.7 Em hipótese alguma o processo seletivo será realizado fora dos locais, horários e datas determinados e sob nenhum pretexto ou motivo haverá segunda chamada para realização da prova.


  1. APRESENTAÇÃO DO CANDIDATO SELECIONADO:

É necessário confirmar a vaga até o dia 24/01/2020 por meio de um e-mail para dvoelin@aacd.org.br. Os documentos necessários para realização do aperfeiçoamento serão informados no dia da confirmação da vaga.

 

Os candidatos aprovados no processo seletivo do Aperfeiçoamento serão convocados pela Comissão de Ensino e Treinamento para a entrega de documentos e assinatura de contrato no dia 28/01/2019

.

O Aperfeiçoamento oferecido pela instituição não é reconhecido pelos órgãos reguladores educacionais vigentes no território nacional e destina-se a proporcionar aos profissionais conhecimentos que lhe permitam qualificação para o mercado de trabalho.

 

Informação Importante: Não há período de férias durante o aperfeiçoamento.

  1. CASOS OMISSOS
    Serão apreciados pela Comissão de Ensino e Treinamento (CET).
  2. PROGRAMA PARA A PROVA TEÓRICA
  • Fisiopatologia e tratamento em:
    • Paralisia Cerebral;
    • Mielomeningocele;
    • Lesão Medular;
    • Lesões Encefálicas Adquiridas;
    • Doenças Neuromusculares;
    • Síndromes e Malformações congênitas.

 

  1. BIBLIOGRAFIA:

 

Bibliografia Básica:

Programa para a prova teórica: manifestações clínicas, diagnóstico e tratamento fonoaudiológicos.

 

Referência bibliográfica:

 

  1. Bevilacqua MC, Martinez MAN, Balen AS, Pupo AC, Reis ACMB, Frota S. Tratado de audiologia. São Paulo: Ed. Santos; 2013.
  2. Deliberato D, Gonçalves MJ, Macedo EC (organizadores). Comunicação Alternativa – Teoria, prática, tecnologias e pesquisa. 1.ed. São Paulo : Memnon Edições Cientificas LTDA; 2010.
  3. Fernandes AC, Casalis ACR, Hebert ME. AACD Medicina e Reabilitação: princípios e práticas. São Paulo: Artes Médica, 2007.
  4. Ferreira LP, Béfi-Lopes DM, Limongi SCO. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Rocca, 2004.
  5. Filho OL. Novo Tratado de Fonoaudiologia – 3. ed. São Paulo: Manole; 2013.
  6. Hilgenberg AMS. Reabilitação auditiva na paralisia cerebral: desenvolvimento da audição e da linguagem após implante coclear. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) – Brasília: Universidade de Brasília; 2015.
  7. Lamônica DA, Chiari BM, Pereira LD. Perda auditiva em indivíduos paralíticos cerebrais: discussão etiológica. Rev Bras Otorrinolaringol. 2002 Jan;68(1):40-5.
  8. Lamprecht RR. Aquisição Fonológica do Português: Perfil de desenvolvimento e subsídios para terapia. Porto Alegre: Artmed, 2004.
  9. Levy DS, Almeida ST. Disfagia Infantil. Rio de Janeiro: Thieme Revinter Publicações; 2018.
  10. Lima CLA, Fonseca LF. Paralisia Cerebral: Neurologia, Ortopedia e Reabilitação. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2004.
  11. Limongi SCO. Fonoaudiologia Informação para a Formação: Linguagem Desenvolvimento Normal, Alterações e Distúrbios. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2003.
  12. Limongi SCO. Paralisia Cerebral: Processo Terapêutico em Linguagem e Cognição. São Paulo: Pró- Fono, 2000.
  13. Motta AR et al. Motricidade Orofacial – a atuação nos diferentes níveis de atenção à saúde. 1.ed. São José dos Campos: Editora Pulso; 2017.
  14. Ortiz KZ. Distúrbios Neurológicos Adquiridos: Fala e Deglutição. 2.ed. Barueri: Manole; 2010.
  15. Ortiz KZ. Distúrbios Neurológicos Adquiridos: Linguagem e Cognição. 2.ed. Barueri: Manole; 2010.
  16. Passerino LM, Bez MR, Pereira ACC, Peres A. Comunicar para Incluir. 1. ed. Porto Alegre: CRBF; 2013.
  17. Pereira LD, Schochat E. Processamento Auditivo Central: Manual de Avaliação. São Paulo: Editora Lovise; 1997.
  18. Pró- Fono. Planos Terapêuticos Fonoaudiológicos (PTFs). 1. ed. Volume 1. Barueri: Pró-fono; 2012.
  19. Pró- Fono. Planos Terapêuticos Fonoaudiológicos (PTFs). 1. ed. Volume 2. Barueri: Pró-fono; 2015.
  20. Rey B, Ferreira CL. Terapia ocupacional e fonoaudiologia: uma visão interdisciplinar na múltipla deficiência. Cad. Ter. Ocup. UFSCar. 2000; 8(2) ; 96-102.
  21. Sampieri RH, Collado CF, Lucio PB. Metodologia de Pesquisa. 3.ed. São Paulo: McGraw-Hill; 2006.
  22. Santos MT. Distúrbios de Leitura e Escrita – Teoria e Prática. Barueri: Editora Manole; 2004.
  23. Teles L, Nascimento YP. Atuação Fonoaudiológica na Paralisia Cerebral. Goiânia: Editora UCG, 2004.
  24. Venites  J, Soares L, Bilton T. Disfagia no idoso. Ribeirão Preto: Book-toy; 2018.

 



 

Características do treinamento

O programa de Aperfeiçoamento em Fonoaudiologia com Enfoque Interdisciplinar da AACD- Ibirapuera abrange conteúdo teórico e prática supervisionada nos setores de Fono adulto, e infantil, acompanhando as patologias atendidas na instituição, com duração de 11 meses.

Objetivos do curso

Capacitar graduados em Fonoaudiologia para o atendimento a Pessoa com Deficiência Física.

Beneficios

Certificado emitido pela AACD

Público-alvo

Profissionais formados na área de Fonoaudiologia.

Profissional

Descrição Valor Quantidade
APERFEIÇOAMENTO EM FONOAUDIOLOGIA NA REABILITAÇÃO – 2020 100.00